expand/collapse risk warning

CFDs apresentam um elevado risco de perda rápida de capital devido à alavancagem. 71% das contas perdem dinheiro ao operar CFDs com este fornecedor. Compreenda os CFDs e avalie o seu risco.

Os CFDs são instrumentos complexos e apresentam um alto risco de perda rápida de dinheiro devido à alavancagem. 71% das contas de investidores de varejo perdem dinheiro ao negociar CFDs com este fornecedor. Você deve levar em conta sua compreensão de como funcionam os CFDs e se pode correr o alto risco de perder seu dinheiro.

71% of retail investor accounts lose money when trading CFDs with this provider.

Termos de Negociação

Valor em risco (VaR) explicado: cálculo, fórmula e perguntas frequentes para 2024

Valor em risco, VAR: Um homem sentado em uma mesa com diversas telas exibindo dados financeiros.

O Valor em Risco (VaR) é uma métrica financeira importante usada para avaliar o risco de carteiras de investimento. Neste guia de 2024, aprofundamos os métodos de cálculo do VaR e sua importância na gestão de risco, fornecendo insights essenciais para investidores e profissionais financeiros.

Value at Risk é uma técnica estatística usada para quantificar o nível de risco financeiro dentro de uma empresa, portfólio ou posição durante um período de tempo específico. Representa a perda máxima esperada com um determinado nível de confiança. O cálculo do VaR pode ser abordado através de vários métodos, incluindo o Método Histórico, o Método de Variância-Covariância e a Simulação de Monte Carlo. Cada método oferece uma perspectiva diferente sobre perdas potenciais.

Valor em Risco (VaR) explicado: um guia completo

Você já se perguntou como as instituições financeiras gerenciam riscos? A resposta está em uma ferramenta poderosa chamada Value at Risk (VaR). É amplamente utilizado por profissionais para estimar perdas potenciais em uma carteira ao longo de um horizonte de tempo e nível de confiança especificados. É um conceito que desempenhou um papel significativo na forma como pensamos sobre o risco financeiro. Então, o que exatamente é isso?

What is Value at Risk (VaR) in finance?

Value at Risk (VaR) is an important tool used in finance to estimate the potential market risk of an investment. This tool takes into account various types of risk, such as credit risk, liquidity risk, and operational risk. In simple terms, VaR calculates the maximum potential loss that a financial position is likely to suffer within a given time frame.

To calculate VaR, several factors are considered. The first factor is the time horizon or the period within which the financial position may suffer a potential loss. Another important factor is the holding period or the length of time the asset is held. The time required to sell the investment is also considered when establishing the time interval. If the market is very liquid with high daily trading volume, the time frame can be one day. However, if the market is less liquid, the minimum interval considered is 10 days.

The second factor is the level of statistical confidence, which indicates the probability of loss. It can be estimated at either 95% or 99%. VaR can be a useful tool for investors to manage their portfolios and make informed decisions.

What is the Value at Risk index?

It's important to note that determining value at risk involves considering multiple factors beyond just the time horizon and statistical confidence level. The formula for VaR takes into account the correlation between the risk factors of the financial position and the probability distribution of potential losses. This means that in addition to volatility risk, delta risk (sensitivity to changes in the price of an asset), discount rate risk, correlation risk, and base risk must also be considered.

Different techniques exist for calculating VAR, which can involve parametric models or simulations based on historical data or probabilities of future events. Regardless of the approach used, VAR represents the percentage of protection against the risk of loss.

For instance, let's say an investor holds a portfolio worth $1 million in a stock that has a VAR of 5%. This means there is a 95% probability that the portfolio will not lose more than 5% of its value over a specified period. Thus, the maximum potential loss that the portfolio is likely to suffer is $50,000 ($1 million x 5%).

vs

VaR vs volatility

While VaR (Value at Risk) and volatility are both measures of risk in finance, they differ in their approach to assessing risk.

Var Volatilidade
O VaR estima a perda potencial máxima de uma posição financeira durante um determinado período de tempo com um determinado nível de probabilidade. A volatilidade é uma medida estatística do grau de variação do preço de um instrumento financeiro ao longo do tempo.
Ele leva em consideração tanto o tamanho potencial da perda quanto a probabilidade de ocorrência dessa perda.

Por exemplo, se um portfólio tiver um VaR de US$ 1 milhão com um nível de confiança de 99% no horizonte de um mês , isso significa que há 1% de chance de o portfólio perder mais de US$ 1 milhão no próximo mês.
Ele mede o grau de flutuação no preço de um ativo ou carteira durante um determinado período. Um investimento altamente volátil apresenta grandes flutuações de preços, enquanto um investimento de baixa volatilidade apresenta movimentos de preços menores e mais estáveis.

Por exemplo , uma ação de tecnologia pode ter alta volatilidade porque seu preço pode flutuar muito dependendo das notícias e das condições do mercado.
O VaR mede o risco negativo de uma carteira estimando o montante máximo de perda que pode ocorrer ao longo de um determinado horizonte de tempo e com um determinado nível de confiança. A volatilidade é usada para avaliar o risco de um investimento, estimando a probabilidade de mudanças repentinas de preço.

How to calculate VaR

It's important to note that there is no standardized procedure for computing the VAR (Value at Risk), and depending on the technique utilized, there may be minor differences in the resulting values.

Método Histórico
Um dos métodos mais simples para calcular o VaR é o método histórico. Este método envolve a análise de dados históricos e a identificação da maior perda que ocorreu durante o período de tempo especificado.

Por exemplo, se o horizonte de tempo for dez dias, você analisaria os dados históricos dos últimos dez dias para identificar a maior perda. No entanto, este método pressupõe que o futuro será semelhante ao passado, o que pode nem sempre ser preciso.
Variância-covariância paramétrica
Outro método é o método paramétrico de variância-covariância, que utiliza modelos estatísticos para estimar a probabilidade de perdas. Este método requer estimar a média e o desvio padrão dos retornos dos ativos e, em seguida, usar esses valores para calcular o VaR.

Por exemplo, se o retorno médio de um ativo for 5% e o desvio padrão for 10%, então o VaR pode ser calculado para um período de tempo específico e nível de confiança estatística.
Simulação de Monte Carlo
Por último, o método de simulação de Monte Carlo utiliza modelos computacionais para gerar cenários aleatórios baseados na volatilidade e nos retornos do ativo. A simulação produz uma distribuição de resultados possíveis, que pode ser usada para calcular o VaR.

Por exemplo, se uma carteira de ações for simulada durante dez dias, o VaR pode ser calculado analisando a distribuição dos retornos possíveis e identificando a maior perda potencial.

Qual é o seu estilo de negociação?

Não importa o campo de jogo, conhecer seu estilo é o primeiro passo para o sucesso.

Faça o teste

Resumo

Os traders podem utilizar o VaR para monitorizar a sua exposição ao mercado e tomar decisões de investimento informadas. Por exemplo, o VaR pode ser utilizado para calcular a perda potencial de uma carteira de ações e ajustar as suas posições em conformidade para reduzir a sua exposição ao risco.

Contudo, embora o VaR seja uma ferramenta valiosa na avaliação de perdas potenciais de uma carteira, é importante lembrar que não é uma garantia de perda máxima. O risco real pode ser superior ao indicado pelo VaR, e os traders devem estar cientes disso e incorporá-lo nas suas estratégias de gestão de risco. Em última análise, uma gestão de risco eficaz envolve a utilização de múltiplas ferramentas e abordagens para garantir que as perdas potenciais são minimizadas e que uma carteira é capaz de resistir às flutuações do mercado.

VaR em 2024: novas tendências e metodologias

À medida que os mercados financeiros evoluem, também evoluem as abordagens à avaliação de riscos. Em 2024, vemos uma tendência de integração de IA e machine learning nos cálculos de VaR, oferecendo avaliações de risco mais dinâmicas e precisas. Resumo: Principais conclusões

  • O VaR é uma métrica fundamental na gestão de riscos, indicando potenciais perdas em investimentos.
  • Existem vários métodos de cálculo do VaR, cada um adequado a diferentes tipos de análise financeira.
  • Compreender o VaR é essencial para uma gestão eficaz da carteira e do risco. Aprimore sua experiência financeira com nossos cursos avançados de gerenciamento de risco. Visite nosso centro educacional.

Perguntas frequentes

1. Que fatores influenciam o cálculo do Valor em Risco?

Os fatores incluem o período da análise, o nível de confiança, a volatilidade do mercado e os ativos específicos da carteira. Cada um deles pode impactar significativamente o valor do VaR.

2. O VaR é aplicável a todos os tipos de instrumentos financeiros?

Sim, o VaR pode ser aplicado a vários instrumentos financeiros, incluindo ações, obrigações, moedas, derivados e até carteiras inteiras. No entanto, a sua precisão pode variar dependendo da complexidade e natureza do instrumento.

3. Como a escolha do método VaR afeta seu cálculo?

Cada método de VaR (Histórico, Variância-Covariância, Monte Carlo) possui suas premissas e abordagens computacionais, que podem levar a diferentes estimativas de risco. A escolha depende dos dados disponíveis e das necessidades específicas de avaliação de riscos.

4. O VaR pode ser usado para avaliação de risco de longo prazo?

O VaR é normalmente usado para avaliação de risco de curto prazo. Para o risco de longo prazo, outras métricas como o Valor em Risco Condicional (CVaR) podem ser mais apropriadas, pois consideram o risco de cauda e as condições extremas de mercado.

5. Com que frequência o VaR deve ser calculado para uma gestão de risco eficaz?

O VaR deve ser recalculado regularmente, de preferência diariamente, devido à natureza em constante mudança dos mercados financeiros. O recálculo frequente garante que as medidas de risco permaneçam relevantes e precisas.

Assuma o controle de seus riscos financeiros

Pronto para aprimorar sua compreensão sobre gerenciamento de risco financeiro? Nossa plataforma oferece recursos e ferramentas abrangentes para ajudá-lo a dominar o VaR e outras técnicas de avaliação de risco. Fique à frente no mundo dinâmico das finanças juntando-se à comunidade de especialistas e alunos da Skilling!

Desempenho passado não garante ou prevê desempenho futuro. Este artigo é oferecido apenas para fins de informação geral e não constitui conselho de investimento.

Não pare de aprender sobre os mercados financeiros

Temos uma série de recursos que estão prontos e esperando para educar os recém-chegados à negociação de CFDs online, incluindo:

Tipos de conta de negociação CFD
Escolha a conta de negociação que melhor se adapta à sua negociação
Noções básicas de negociação de CFD
Aprenda os princípios básicos de negociação nos mercados financeiros usando CFDs.
Psicologia da negociação de CFDs
Descubra as cinco regras básicas para dominar mentalmente os mercados de ações.

O que é negociação Forex?

Forex trading é a compra e venda de moedas no mercado de câmbio com o objetivo de obter lucro.
Forex é o mercado financeiro mais negociado do mundo, com transações no valor de trilhões de dólares ocorrendo todos os dias.

Quais são os benefícios?

  • Vá longo ou curto
  • Negociação 24 horas
  • Alta liquidez
  • Oportunidades constantes
  • Negociar com alavancagem
  • Vasta gama de pares FX

Como eu negocio Forex?

  • Decida como você gostaria de negociar Forex
  • Aprenda como funciona o mercado Forex
  • Abra uma conta de negociação Skilling CFD
  • Construir um plano de negociação
  • Escolha uma plataforma de negociação
  • Abra, monitore e feche sua primeira posição