expand/collapse risk warning

CFDs apresentam um elevado risco de perda rápida de capital devido à alavancagem. 71% das contas perdem dinheiro ao operar CFDs com este fornecedor. Compreenda os CFDs e avalie o seu risco.

Os CFDs são instrumentos complexos e apresentam um alto risco de perda rápida de dinheiro devido à alavancagem. 71% das contas de investidores de varejo perdem dinheiro ao negociar CFDs com este fornecedor. Você deve levar em conta sua compreensão de como funcionam os CFDs e se pode correr o alto risco de perder seu dinheiro.

71% of retail investor accounts lose money when trading CFDs with this provider.

Trading Terms

Fundamentos do fundo de títulos: o que todo trader deve saber

Bond fund essentials: A professional woman stands before a multi-screened display, wearing a business suit, invests in a diversified portfolio of fixed-income securities.

Como trader, é fácil ficar sobrecarregado com a quantidade de opções de investimento disponíveis no mercado. Um dos investimentos mais populares são os fundos de obrigações, que oferecem uma forma de baixo risco de investir em títulos de rendimento fixo. Mas poucos sabem o que são ou como funcionam.

O que são fundos de obrigações?

Os fundos de títulos são um tipo de fundo mútuo que investe em uma carteira diversificada de títulos de renda fixa, incluindo bonds governamentais bonds corporativos e bonds municipais. O fundo reúne dinheiro de diferentes investidores e o utiliza para comprar uma variedade de bonds com diferentes vencimentos, rendimentos e classificações de crédito. O objetivo principal dos fundos de obrigações é gerar rendimento para os investidores, preservando ao mesmo tempo o capital investido.

Então, como eles funcionam?

Os fundos de títulos geram renda de duas maneiras: receita de juros dos bonds mantidos no fundo e ganhos de capital quando os preços dos títulos aumentam. Os gestores de fundos de obrigações gerem ativamente a carteira do fundo, comprando e vendendo bonds para atingir o objetivo de investimento do fundo.

Quando as taxas de juros sobem, os preços dos títulos tendem a cair e vice-versa. Como tal, os gestores de fundos de obrigações devem ser estratégicos nas suas decisões de investimento para garantir que o desempenho do fundo não é afetado negativamente por alterações nas taxas de juro.

Tipos de fundos de obrigações

Existem vários tipos de fundos de obrigações, cada um concebido para satisfazer diferentes objectivos de investimento e preferências de risco. Aqui estão alguns tipos comuns: Fundos de títulos públicos: investem em bonds emitidos por entidades governamentais, como bonds do tesouro, com risco relativamente baixo.

  1. Fundos de títulos corporativos: Foco em bonds corporativos emitidos por empresas, oferecendo rendimentos mais elevados, mas também riscos mais elevados em comparação com bonds públicos.

  2. Fundos de títulos municipais: Invista em bonds emitidos por governos estaduais e locais, proporcionando vantagens fiscais para investidores em determinadas jurisdições.

  3. Fundos de títulos de alto rendimento: Buscam retornos mais elevados investindo em bonds de baixa classificação, também conhecidos como “junk bonds”, que apresentam riscos de inadimplência mais elevados.

  4. Fundos de títulos de curto prazo: Mantenha bonds com vencimentos mais curtos, normalmente menos de cinco anos, oferecendo menor risco de taxa de juros e maior liquidez.

  5. Fundos de obrigações de longo prazo: Invista em bonds com maturidades mais longas, potencialmente proporcionando rendimentos mais elevados, mas também sujeitas a maior risco de taxa de juro.

  6. Fundos de títulos globais: Diversificam-se em vários países e moedas, oferecendo exposição aos mercados de títulos internacionais.

  7. Fundos de títulos de índice: Acompanhe um índice específico do mercado de títulos, como o Bloomberg Barclays US Aggregate Bond Index, proporcionando ampla exposição ao mercado.

    Capitalize a volatilidade nos mercados de ações
    Posicione-se sobre a movimentação dos preços das ações. Nunca perca uma oportunidade.
    Inscrever-se
  8. Fundos de títulos equilibrados: Combine investimentos em títulos com outras classes de ativos, como ações e dinheiro, para criar um portfólio equilibrado.

  1. Fundos de títulos protegidos contra a inflação: Invista em bonds que ajustam seu valor principal em resposta à inflação fornecendo proteção contra o aumento dos preços.

Por que isso é importante para traders?

Os fundos de títulos são importantes para os traders por vários motivos: Diversificação: Eles fornecem aos traders um portfólio diversificado de bonds, o que ajuda a spread o risco entre diferentes emissores, setores e prazos. Esta diversificação poderá ajudar a reduzir o impacto de acontecimentos negativos nas bonds individuais e a estabilizar o desempenho global do investimento.

  • Geração de renda: Eles poderiam gerar renda regular para os comerciantes por meio do pagamento de juros feitos pelos bonds mantidos no fundo. Este fluxo de rendimento consistente pode ser particularmente atraente para traders que procuram fluxos de caixa estáveis ​​ou que procuram complementar outros retornos de investimento.
  • Acesso à gestão profissional: Normalmente são administrados por gestores de fundos profissionais com experiência em mercados de títulos. Estes gestores monitorizam e ajustam ativamente as participações do fundo com base nas condições de mercado, com o objetivo de otimizar os retornos e gerir os riscos. Os comerciantes poderiam beneficiar desta experiência sem a necessidade de um amplo conhecimento dos mercados obrigacionistas.
  • Liquidez: Eles oferecem aos traders a vantagem da liquidez. Ao contrário dos bonds individuais que podem ter liquidez limitada, os fundos de títulos permitem que os negociadores comprem ou vendam cotas de fundos em qualquer dia de negociação ao valor patrimonial líquido (NAV) atual. Isto proporciona aos traders flexibilidade no ajuste dos seus investimentos em obrigações com base nas condições de mercado ou na alteração das estratégias de investimento.
  • Eficiência de custos: Investir em fundos de obrigações pode ser rentável para os traders. Em vez de comprar bonds individuais e incorrer em custos de transacção, os fundos de obrigações reúnem o dinheiro dos investidores para obter economias de escala, reduzindo os custos de transacção e oferecendo potencialmente acesso a uma gama mais ampla de bonds.
  • Gerenciamento de risco: Eles permitem que os traders selecionem fundos que se alinhem com sua tolerância ao risco e objetivos de investimento. Por exemplo, os traders podem escolher fundos com durações, qualidade de crédito ou exposições geográficas específicas que correspondam às suas preferências de risco. Essa personalização ajuda os traders a gerenciar os riscos de maneira eficaz em seus portfólios.
  • Acessibilidade: Eles proporcionam aos traders acessibilidade ao mercado de títulos, mesmo que não tenham grandes quantidades de capital para investir individualmente em bonds. Com os fundos de obrigações, os investidores poderiam investir pequenos montantes e ainda assim obter exposição a uma carteira diversificada de bonds, tornando-a mais acessível a um leque mais vasto de investidores.
  • Transparência: Oferecem transparência em termos de participações, desempenho e despesas do fundo. Os traders podem aceder a atualizações regulares sobre a composição e desempenho do fundo, permitindo-lhes tomar decisões de investimento informadas.

Perguntas frequentes

1. Quais são os benefícios de investir em fundos de obrigações?

Oferecem diversificação, gestão profissional, liquidez, geração de renda e acessibilidade ao mercado de títulos. Fornece aos traders uma forma eficiente de obter exposição a bonds e potencialmente gerar um rendimento estável.

2. Os fundos de obrigações são adequados para todos os traders?

Podem ser adequados para traders com diferentes objetivos de investimento e perfis de risco. No entanto, os traders devem considerar cuidadosamente a sua tolerância ao risco, o horizonte temporal e as expectativas de retorno antes de investirem em fundos de obrigações.

3. Que riscos estão associados aos fundos de obrigações?

Eles carregam riscos como risco de taxa de juros, risco de crédito e risco de mercado. As alterações nas taxas de juro podem ter impacto nos preços das obrigações, enquanto o risco de crédito se refere à possibilidade de os emitentes de obrigações não pagarem os juros ou o capital. O risco de Mercado surge de flutuações no mercado obrigacionista mais amplo.

4. Que fatores devo considerar ao escolher um fundo de obrigações?

Considere fatores como os objetivos de investimento do fundo, duração, qualidade de crédito, despesas, desempenho histórico e a experiência do gestor do fundo. É essencial alinhar esses fatores com seus objetivos de investimento e tolerância ao risco.

Não é um conselho de investimento. Desempenho passado não garante ou prevê desempenho futuro.

Capitalize a volatilidade nos mercados de ações
Posicione-se sobre a movimentação dos preços das ações. Nunca perca uma oportunidade.
Inscrever-se