expand/collapse risk warning

Os CFDs são instrumentos complexos e apresentam um alto risco de perda rápida de dinheiro devido à alavancagem. 73% das contas de investidores de varejo perdem dinheiro ao negociar CFDs com este fornecedor. Você deve levar em conta sua compreensão de como funcionam os CFDs e se pode correr o alto risco de perder seu dinheiro.

Os CFDs são instrumentos complexos e apresentam um alto risco de perda rápida de dinheiro devido à alavancagem. 73% das contas de investidores de varejo perdem dinheiro ao negociar CFDs com este fornecedor. Você deve levar em conta sua compreensão de como funcionam os CFDs e se pode correr o alto risco de perder seu dinheiro.

73% of retail investor accounts lose money when trading CFDs with this provider.

Termos de Negociação

EBITDA explicado: importância na análise do negócio 2024

Representação de imagem EBITDA com um comerciante olhando para os números EBITDA em uma tela

Em 2024, o EBITDA continua a ser uma métrica financeira fundamental para empresas e investidores. Este artigo analisa o que é o EBITDA, o seu significado e porque é uma ferramenta essencial na avaliação do desempenho e da saúde financeira das empresas.

O que é EBITDA?

Se você estiver interessado em negociação de CFD, você precisa realizar um processo analítico. Compreender os mercados e as empresas que neles negociam é fundamental para poder navegar nos mercados. A posição financeira de qualquer empresa cujas ações você planeja negociar é uma informação vital para os investidores, e é aqui que o EBITDA entra em jogo.

O EBITDA é frequentemente referenciado por profissionais financeiros quando discutem a avaliação das empresas e do sucesso geral dos negócios. Então, o que significa EBITDA, como é calculado e por que isso é importante?

O que significa EBITDA?

A sigla significa “Earnings Before Interest Taxes Depreciation And Amortization” e, essencialmente, mostra o lucro de uma empresa antes que os juros sejam subtraídos de dívidas incorridas, impostos comerciais, depreciação por redução ao valor recuperável e amortização de investimentos. O EBITDA, essencialmente, dá uma visão clara do que uma empresa está perdendo ou ganhando em seu core business.

Embora o EBITDA não faça parte da demonstração de resultados da empresa, é um índice que permite aos futuros traders entender de maneira fácil e rápida se o negócio é lucrativo ou não, pois representa o lucro operacional bruto calculado antes da dedução dos custos financeiros.

A teoria do EBITDA afirma que impostos e juros nem sempre estão relacionados ao negócio principal de uma empresa, e amortização e depreciação são devidos a tratamentos contábeis específicos, portanto, esses aspectos podem ser eliminados, permitindo comparações consistentes entre as posições financeiras das empresas.

Para calcular o EBITDA de uma empresa, primeiro você deve olhar para sua demonstração de resultados para encontrar seu lucro operacional e, em seguida, adicionar os valores que foram alocados em suas provisões. Por fim, adicione o valor que corresponde à amortização produtiva da empresa.

Quando você conhece a margem EBITDA de uma empresa, você tem uma visão maior sobre a eficiência de uma empresa em converter sua receita em lucro. Uma margem alta traz maior estabilidade financeira para a empresa e menor risco de investimento para o trader.

Exemplos de EBITDA na Prática

Vamos dar uma olhada em quatro empresas negociadas nos mercados hoje para ver como seu EBITDA varia:

Primeiro, vamos dar uma olhada em AMC. Somente neste ano, seu EBITDA variou entre $-80 milhões e $68 milhões, enquanto Xpeng teve um aumento em seu EBITDA de quase 40% durante o último trimestre de 2022, mas ainda está em números negativos, o que significa que o fluxo de caixa pode ser um problema significativo para esta empresa.

Nio, também, ainda está em números negativos em $-0,544 bilhão em setembro de 2022, embora isso represente um aumento de 253,43% ano a ano. A Tesla, por outro lado, vê um EBITDA saudável de US$ 4,644 bilhões durante o último trimestre de 2022 e representa uma escolha excelente e estável para os investidores.

Outros indicadores-chave para análise de ações

Alguns outros indicadores-chave que você deve usar para analisar ações incluem:

Demonstração comercial: Condições reais de negociação com risco zero

Negocie sem riscos nas plataformas premiadas da Skilling com uma conta demo de 10.000*.

Inscrever-se
EPS (Earnings Per Share)) – o valor que cada ação obtém se a empresa pagar todos os seus lucros aos acionistas.
P/L Ratio (preço/lucro) – a relação entre o preço das ações e o lucro da empresa.
P/B (relação preço/valor contábil) – uma comparação entre o valor de mercado da empresa e seu valor conforme declarado nos livros financeiros da empresa.
DPR (dividend payout ratio) – uma comparação entre o que a empresa paga em dividendos aos seus investidores e o que suas ações ganham.
Rendimento de dividendos - o retorno dos dividendos calculado como uma porcentagem do preço de suas ações.

Análise Fundamental vs. Análise Técnica

Tanto a análise fundamental quanto a análise técnica são relevantes na análise dos mercados. Enquanto a análise técnica examina o movimento do preço de um título e depois utiliza os dados para prever o movimento futuro do preço, a análise fundamental analisa os fatores financeiros e económicos que influenciam o negócio.

Se você é um trader de curto prazo, essas ferramentas não são especialmente importantes. No entanto, eles são consideravelmente importantes se você estiver pensando em manter uma posição a longo prazo.

Como o EBITDA pode ser usado como trader?

Para a maioria dos traders, focar no EBITDA e em outras métricas financeiras, como lucro líquido e receita, não é sua principal prioridade. Mas existem algumas maneiras pelas quais a métrica pode ser usada se você estiver investindo em ações e ações.

A primeira coisa a fazer é examinar o crescimento do EBITDA de uma empresa. Está subindo? E se sim, a que taxa? Se as empresas estão observando um bom crescimento do EBITDA ao longo do tempo, vale a pena investir nelas.

Você também pode usar o EBITDA para determinar se uma empresa foi subvalorizada ou supervalorizada. A métrica EV para EBITDA permite examinar o valor empresarial da empresa em relação ao seu EBITDA. Se a resposta for um número baixo, a empresa pode estar sobrevalorizada.

Perguntas frequentes

1. O que é EBITDA?

EBITDA significa Lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização. É uma métrica financeira usada para avaliar o desempenho operacional de uma empresa, concentrando-se na lucratividade das principais operações comerciais, sem o impacto de decisões de financiamento, métodos contábeis ou ambientes fiscais.

2. Como é calculado o EBITDA?

O EBITDA é calculado pegando o lucro líquido de uma empresa e adicionando despesas com juros, impostos, depreciação e amortização. Esta fórmula fornece uma imagem mais clara da rentabilidade operacional, eliminando despesas que podem variar amplamente entre as empresas.

3. Por que o EBITDA é importante para investidores e analistas?

O EBITDA é importante porque fornece uma medida padronizada da rentabilidade principal de uma empresa, facilitando a comparação do desempenho entre diferentes empresas e setores. É particularmente útil na avaliação de empresas com grandes quantidades de ativos fixos ou dívidas significativas.

4. O EBITDA pode ser enganoso?

Embora o EBITDA seja uma ferramenta útil, pode ser enganador se utilizado isoladamente. Não leva em conta despesas de capital, alterações no capital de giro ou reembolso de dívidas, que são cruciais para a compreensão da saúde financeira de uma empresa. Portanto, deve ser utilizado juntamente com outras métricas financeiras.

5. Como o EBITDA difere do lucro operacional?

A receita operacional, ou lucro operacional, é calculada como o lucro bruto menos as despesas operacionais, incluindo depreciação e amortização. Já o EBITDA soma essas despesas ao lucro líquido. Assim, o EBITDA é normalmente superior ao lucro operacional.

6. O EBITDA é utilizado na avaliação?

Sim, o EBITDA é frequentemente utilizado na avaliação de negócios. O múltiplo EBITDA, que compara o valor de uma empresa com o seu EBITDA, é uma métrica de avaliação comum, especialmente em fusões e aquisições. Ajuda os investidores a determinar quanto tempo levaria para recuperar o seu investimento.

Não é um conselho de investimento. Desempenho passado não garante ou prevê desempenho futuro.