expand/collapse risk warning

O trading de produtos financeiros com alavancagem apresenta um alto risco e não é adequada para todos os investidores. Entenda os CFDs e avalie sua tolerância ao risco.

Negociar produtos financeiros com margem envolve um alto grau de risco e não é indicado para todos os investidores. Certifique-se de compreender totalmente os riscos e de tomar o devido cuidado para gerenciá-los.

Your capital is at risk.

Trading Terms

Preço de emissão: entendendo sua importância

Preço de emissão: Uma mesa com telas de computador de negociação e pilhas de dinheiro.

Comece sua jornada comercial com Skilling

Negocie Agora

O preço de emissão é um conceito fundamental em finanças, principalmente quando se trata de ofertas públicas iniciais (IPOs) de ações e de emissão de bonds. Representa o preço pelo qual novos títulos são oferecidos ao público pela primeira vez. Compreender o preço de emissão é crucial para investidores e empresas, pois influencia as decisões de investimento e as estratégias de captação de capital.

Este artigo explorará qual é o preço de emissão, fornecerá exemplos dos mercados de ações e títulos, explicará a diferença entre o preço de emissão e o preço de mercado e discutirá o papel dos subscritores na definição do preço de emissão.

Qual é o preço de emissão?

O preço de emissão é o preço pelo qual uma empresa vende suas ações ou bonds a investidores durante uma oferta pública inicial (IPO) ou uma nova emissão de títulos. Esse preço é determinado antes do início da negociação dos títulos no mercado secundário. O preço de emissão é fundamental, pois define o valor inicial dos títulos e influencia a capacidade da empresa de levantar capital.

Para empresas em Itália, como a Eni SpA e a Fiat Chrysler Automobiles, o preço de emissão durante os seus IPO desempenhou um papel significativo na determinação da sua entrada no mercado e na perceção dos investidores.

Exemplos de preço de emissão nos mercados de ações e títulos

mercado de ações exemplo:

Quando uma empresa italiana, como a Ferrari NV abriu o capital, fixou um preço de emissão para as suas ações. No IPO da Ferrari em 2015, o preço de emissão foi fixado em US$ 52 por ação. Este preço foi baseado em vários fatores, incluindo condições de mercado, demanda dos investidores e saúde financeira da empresa.

Bond  exemplo de mercado:

Consideremos uma emissão de títulos do governo italiano. Se o governo italiano emitir uma nova obrigação a 10 anos com um valor nominal de 1.000 euros e definir o preço de emissão em 950 euros, os investidores pagarão 950 euros para comprar a obrigação. A diferença entre o valor nominal e o preço de emissão representa o desconto com que o título é vendido.

Preço de emissão vs. preço de mercado: diferença

O preço de emissão e o preço de mercado são dois conceitos diferentes nos mercados financeiros.

Aspecto Preço de emissão Preço de Mercado
Definição O preço pelo qual novos títulos são oferecidos aos investidores. O preço pelo qual os títulos são negociados no mercado secundário.
Determinação Definido pela empresa emissora e pelos subscritores. Determinado pela oferta e demanda no mercado.
Tempo Estabelecido antes do início da negociação dos títulos. Flutua continuamente durante o horário de mercado.
Influência Afeta o capital inicial levantado pela empresa. Reflete a percepção atual do mercado e o sentimento dos investidores.
Sem comissões, sem markups.
15/07 - 19/07
TSLA.US: 00:00 - 21:00 UTC
MANAUSD: 13:30 - 20:00 UTC
Opere agora

Papel dos subscritores na definição do preço de emissão

Os subscritores desempenham um papel fundamental na determinação do preço de emissão dos títulos. São instituições financeiras, normalmente bancos de investimento, que ajudam as empresas a trazer novos títulos para o mercado. Veja como os subscritores influenciam o preço de emissão:

  1. Análise de mercado: Os subscritores realizam pesquisas de mercado completas para avaliar as condições atuais do mercado, o apetite dos investidores e a saúde financeira da empresa emissora.
  2. Avaliação: Eles avaliam os ativos, proventos e potencial de crescimento da empresa para determinar um valor justo para os títulos.
  3. Roadshows: Os subscritores organizam roadshows para apresentar a empresa a potenciais investidores e avaliar seu interesse e demanda.
  4. Definição de preços: Com base nos dados coletados, os subscritores recomendam um preço de emissão que equilibre as necessidades de capital da empresa com a disposição de pagar dos investidores. O seu objectivo é estabelecer um preço que maximize o capital angariado, assegurando ao mesmo tempo uma entrada bem sucedida no mercado.
  5. Acordo de subscrição: Os subscritores muitas vezes concordam em comprar os títulos com desconto e revendê-los ao público, assumindo o risco se os títulos não forem vendidos ao preço esperado.

Por exemplo, durante o IPO da Telecom Italia, os subscritores desempenharam um papel vital na determinação do preço de emissão para garantir a listagem bem-sucedida das ações da empresa no mercado de ações.

Que maneira melhor de recebê -lo do que com um bônus?
Comece a negociar com um bônus de $30 em seu primeiro depósito.

Aplicam-se termos e condições
Ganhe bônus

Resumo

O preço de emissão é um elemento crítico nos mercados financeiros, determinando o valor inicial dos novos títulos oferecidos aos investidores. É diferente do preço de mercado, que flutua com base na oferta e demanda.

Os subscritores são fundamentais na definição do preço de emissão, aproveitando a sua experiência de mercado para equilibrar os interesses da empresa emitente e dos potenciais investidores. Compreender e definir eficazmente o preço de emissão pode ter um impacto significativo na sua capacidade de angariar capital e ter sucesso no mercado.

Perguntas frequentes

1. Qual é o preço de emissão?

O preço de emissão é o preço pelo qual novos títulos são oferecidos aos investidores durante um IPO ou nova emissão de títulos.

2. Como é determinado o preço de emissão?

O preço de emissão é determinado pela empresa emissora e pelos subscritores com base na análise de mercado, valuation da empresa e demanda dos investidores.

3. Qual a diferença entre o preço de emissão e o preço de mercado?

O preço de emissão é definido antes do início da negociação dos títulos, enquanto o preço de mercado flutua com base na oferta e demanda assim que a negociação começa.

Experimente a plataforma premiada da Skilling
Experimente qualquer uma das plataformas de negociação da Skilling no dispositivo de sua escolha na web, Android ou iOS.
Inscrever-se

4. Qual o papel dos subscritores na definição do preço de emissão?

Os subscritores conduzem pesquisas de mercado, avaliam a empresa emissora, avaliam o interesse dos investidores e recomendam um preço de emissão que equilibre as necessidades da empresa com a demanda dos investidores.

5. Por que o preço de emissão é importante?

O preço de emissão define o valor inicial dos títulos, influenciando a capacidade da empresa de levantar capital e a percepção dos investidores sobre a entrada da empresa no mercado.

Aliás, se você estiver interessado em explorar diferentes oportunidades de negociação, entender o Preço do cacau pode oferecer informações valiosas sobre o mercado de commodities leves, embora o desempenho passado não garanta ou preveja desempenho futuro.

Este artigo é oferecido para informação geral e não constitui conselho de investimento. Informamos que atualmente, Skilling oferece apenas CFDs.

Sem comissões, sem markups.
15/07 - 19/07
TSLA.US: 00:00 - 21:00 UTC
MANAUSD: 13:30 - 20:00 UTC
Opere agora
Que maneira melhor de recebê -lo do que com um bônus?
Comece a negociar com um bônus de $30 em seu primeiro depósito.

Aplicam-se termos e condições
Ganhe bônus
Experimente a plataforma premiada da Skilling
Experimente qualquer uma das plataformas de negociação da Skilling no dispositivo de sua escolha na web, Android ou iOS.
Inscrever-se