expand/collapse risk warning

O trading de produtos financeiros com alavancagem apresenta um alto risco e não é adequada para todos os investidores. Entenda os CFDs e avalie sua tolerância ao risco.

Negociar produtos financeiros com margem envolve um alto grau de risco e não é indicado para todos os investidores. Certifique-se de compreender totalmente os riscos e de tomar o devido cuidado para gerenciá-los.

Your capital is at risk.

Trading Terms

Recessão Econômica: definição e dicas para sobreviver

Banking collapse image representation

A economia global enfrenta um futuro incerto, com muitos especialistas alertando para uma possível recessão nos próximos anos. As recessões econômicas podem ter um impacto significativo em indivíduos e empresas, e é essencial entender o que são e como ocorrem.

O que é uma recessão econômica?

Uma recessão econômica é um declínio significativo na atividade econômica, tipicamente caracterizado por uma contração no PIB, na renda e nos níveis de emprego. Ela pode ser desencadeada por vários fatores, como mudanças nos hábitos de consumo do consumidor, instabilidade financeira ou uma queda repentina na demanda para bens e serviços.

A recessão é geralmente definida como um período de pelo menos dois trimestres consecutivos de crescimento econômico negativo. No entanto, outros indicadores também podem sinalizá-lo, como aumento das taxas de desemprego, diminuição dos gastos do consumidor e redução da atividade empresarial.

Durante esses períodos, as empresas podem lutar para manter seus lucros, levando a demissões e perdas de empregos. Isso, por sua vez, pode diminuir ainda mais os gastos do consumidor, pois as pessoas têm menos renda disponível. Um ciclo vicioso pode surgir onde gastos reduzidos levam a produção mais baixa, perda de empregos e gastos mais reduzidos.

Uma das marcas de uma recessão é a falta de confiança na economia. As empresas e os consumidores tornam-se cautelosos e hesitantes em investir ou gastar, levando a uma nova desaceleração da atividade econômica. Governos e bancos centrais podem tomar várias medidas para mitigar seus efeitos, como reduzir as taxas de juros, implementar pacotes de estímulo fiscal ou aumentar os gastos públicos.

No geral, uma recessão econômica pode ter impactos significativos nos indivíduos e na sociedade como um todo. Compreender as causas e consequências de uma recessão é crucial para quem procura proteger suas finanças e tomar decisões de investimento informadas.

Qual é o seu estilo de negociação?

Não importa o campo de jogo, conhecer seu estilo é o primeiro passo para o sucesso.

Faça o teste

O que é recessão técnica?

Uma recessão técnica é um termo usado para descrever um período de declínio econômico que atende à definição técnica de recessão, mas não é necessariamente acompanhado pela mesma gravidade das consequências econômicas de uma recessão total. Conforme mencionado anteriormente, uma recessão é normalmente definida como um período de pelo menos dois trimestres consecutivos de crescimento econômico negativo. Em contraste, uma recessão técnica é geralmente definida como uma recessão relativamente suave ou de curta duração, com um breve período de contração da atividade econômica.

Embora o termo “recessão técnica” não seja comumente usado na literatura econômica, ele ganhou popularidade nos últimos anos como uma forma de diferenciar entre recessões econômicas mais severas e menos severas. Ainda pode resultar em perda de empregos e redução da atividade econômica, mas pode não ter o mesmo impacto generalizado de uma “recessão total”.

Em alguns casos, pode ser resultado de fatores temporários, como interrupções relacionadas ao clima ou problemas na cadeia de suprimentos, em vez de problemas estruturais mais profundos na economia. Embora uma recessão técnica possa não ter a mesma gravidade das consequências econômicas de uma recessão total, ainda é importante entender as causas e os impactos potenciais dessas recessões econômicas.

Perdas de emprego
Durante uma recessão, muitas empresas podem ser forçadas a reduzir o número de funcionários ou fechar completamente, levando à perda de empregos e ao desemprego.
Atividade econômica reduzida
Uma recessão pode levar a uma redução na atividade econômica, com consumidores e empresas cortando gastos, levando a uma diminuição na produção e uma maior desaceleração no crescimento econômico.
Descida do mercado de ações
As contrações econômicas também podem causar quedas no mercado de ações, à medida que os investidores se tornam mais avessos ao risco e vendem seus investimentos em resposta à incerteza econômica.
Preços imobiliários mais baixos
Durante as recessões, a demanda por imóveis pode diminuir, levando a preços mais baixos e uma possível queda no valor das casas.
Aumento dos gastos do governo
Em resposta a esta situação, os governos podem aumentar os gastos com programas como auxílio-desemprego, projetos de infraestrutura e medidas de estímulo na tentativa de estimular a economia.
Níveis de endividamento mais altos
A recessão pode levar a níveis mais altos de dívida pública e privada, pois governos e indivíduos tomam dinheiro emprestado para sobreviver durante um período econômico difícil.

No geral, as consequências da desaceleração econômica podem ser graves e duradouras, com impactos que se estendem muito além do período inicial de declínio. É importante que indivíduos e empresas estejam preparados para os impactos potenciais de uma recessão econômica e tomem medidas para mitigar seus riscos.

Causas da recessão econômica

As recessões econômicas podem ser causadas por uma variedade de fatores, incluindo:

  • Uma causa comum da recessão econômica é o acúmulo de desequilíbrios financeiros, como altos níveis de dívida ou bolhas de ativos. economia.
  • Recessões econômicas também podem ser desencadeadas por choques externos, como desastres naturais, conflitos geopolíticos ou mudanças repentinas nas condições econômicas globais. Decisões de política econômica inadequadas, como política monetária ou fiscal excessivamente rígida medidas de austeridade, também podem contribuir para recessões ao reduzir a atividade econômica e reduzir a confiança dos consumidores e das empresas.
  • Decisões de política econômica fracas, como políticas monetárias excessivamente rígidas ou medidas de austeridade fiscal, também podem contribuir para recessões ao diminuir a atividade econômica e reduzir a confiança dos consumidores e das empresas.
  • Desequilíbrios estruturais, como a falta de investimento em infraestrutura crítica ou a incapacidade de resolver questões de longa data, como desigualdade de renda ou salários estagnados, também podem contribuir para recessões econômicas.
  • Avanços na tecnologia: Os avanços na tecnologia e na automação também podem desempenhar um papel nas recessões econômicas, principalmente quando levam a mudanças significativas nos padrões de emprego e salário.

Identificar as causas específicas de um encolhimento econômico pode ser complexo e multifacetado, pois muitas vezes há vários fatores em jogo. No entanto, entender os motivadores subjacentes pode ser crítico no desenvolvimento de respostas políticas eficazes e na mitigação dos impactos.

Como investir durante as recessões econômicas

Embora as recessões econômicas possam ser tempos desafiadores para os investidores, existem várias estratégias que podem ajudar a minimizar os riscos e capitalizar as oportunidades durante esses períodos.

  1. Um dos passos mais importantes que os investidores podem tomar durante uma recessão econômica é diversificar seus portfólios em uma variedade de classes de ativos, como ações, títulos e imóveis. Isso pode ajudar a mitigar os riscos e garantir que você não fique excessivamente exposto a nenhum mercado ou setor específico.
  2. Ações defensivas, como as dos setores de saúde, serviços públicos e bens de consumo básicos, tendem a se manter relativamente bem durante crises econômicas. Investir nessas ações pode ajudar a fornecer estabilidade e proteção ao seu portfólio em tempos difíceis.
  3. A recessão econômica pode criar oportunidades para investir em ações de alta qualidade a preços com desconto. Procure empresas com fundamentos sólidos e fluxos de caixa estáveis que estejam negociando com desconto em relação ao seu valor intrínseco.
  4. Investimentos alternativos, entendendo o preço do ouro, imóveis e commodities, podem fornecer benefícios de diversificação e proteção potencial contra a inflação durante a recessão econômica.
  5. A recessão econômica pode ser um momento volátil e emocionalmente carregado para os investidores. Aderir a uma estratégia de investimento disciplinada e manter uma perspectiva de longo prazo pode ajudar a garantir que você permaneça focado em seus objetivos e evite tomar decisões de investimento impulsivas.

Seguindo essas dicas e mantendo o foco em suas metas de investimento, você pode enfrentar crises econômicas com confiança e sair na frente no longo prazo.

Exemplos históricos de recessão econômica

As recessões econômicas têm sido um evento recorrente ao longo da história, e houve inúmeros exemplos de desacelerações econômicas significativas que afetaram países ao redor do mundo.

A Grande Depressão, amplamente considerada a recessão econômica mais severa da história moderna, foi desencadeada pela quebra do mercado de ações em 1929, que levou ao pânico generalizado e a um declínio acentuado nos gastos do consumidor. Como resultado, as empresas foram forçadas a demitir trabalhadores, levando a reduções ainda maiores nos gastos e exacerbando o declínio econômico. Esse ciclo continuou por vários anos, com a taxa de desemprego atingindo impressionantes 25% nos Estados Unidos em 1933.

Outro exemplo de recessão econômica é a crise financeira de 2008, causada por uma combinação de fatores, incluindo a bolha do mercado imobiliário, práticas arriscadas de empréstimos e falta de regulamentação no setor financeiro. Essa crise levou ao colapso de várias instituições financeiras importantes e ao pânico generalizado nos mercados, resultando em uma recessão global.

Em ambos os exemplos históricos, as consequências foram graves e de longo alcance. Milhões de pessoas perderam seus empregos, empresas faliram e economias inteiras foram jogadas no caos. No entanto, vale a pena notar que nem todas as recessões econômicas são criadas da mesma forma, e a gravidade e a duração de cada desaceleração podem variar amplamente, dependendo de vários fatores.

Apesar dos desafios apresentados pelas recessões econômicas, também é importante lembrar que elas podem fornecer oportunidades para investidores experientes. Ao entender as causas e consequências da recessão e definir estratégias de investimento adequadas, você pode tomar medidas para proteger suas finanças e potencialmente se beneficiar de preços mais baixos e retornos mais altos.

Não é um conselho de investimento. Desempenho passado não garante ou prevê desempenho futuro.

Obrigado por considerar a Skilling!

Você está prestes a visitar: https://skilling.com/row/, que é operado pela Skilling (Seychelles) Ltd, sob a Autoridade de Serviços Financeiros Seychelles License No: SD042. Antes de abrir uma conta, leia a Termos e condições e contato Nossos Suporte ao cliente Para qualquer dúvida.

Obrigado por considerar a Skilling!

Você está prestes a visitar: https://skilling.com/row/, que é operado pela Skilling (Seychelles) Ltd, sob a Autoridade de Serviços Financeiros Seychelles License No: SD042. Antes de abrir uma conta, leia a Termos e condições e contato Nossos Suporte ao cliente Para qualquer dúvida.

Continuar