Negociar produtos financeiros com margem envolve um alto grau de risco e não é indicado para todos os investidores. Certifique-se de compreender totalmente os riscos e de tomar o devido cuidado para gerenciá-los.

Regulador:

×
CySEC

Skilling Ltd é regulamentada pela Comissão de Valores Mobiliários do Chipre (CySEC) sob a licença CIF nº 357/18

Continuar
FSA

Skilling (Seychelles) Ltd é autorizada e regulamentada pela Financial Services Authority (FSA) sob a licença nº SD042

Continuar

Seis passos para criar seu plano de trading

Como diz o ditado, ‘Se você não se planeja, você planeja falhar’. Obviamente, criar um plano de trading não é garantia de sucesso – mas pelo menos te aponta a direção certa!

Com um plano de trading forte, você vai entender que trades fazer e quando – e o mais importante, porquê. Isso poupa muito stress na sua operação diária e dá algo para comparar seus resultados.

Passo 1: Decida seu horário de operação

o horário que você escolhe para operar vai afetar tudo, da frequência em que você faz trades, até o tipo de análises que você precisa fazer. Em outras palavras, é necessário decidir que tipo de trader você quer ser (isso não precisa estar escrito em pedra por toda sua carreira de trader).

Um trader a longo prazo:

  • olha para gráficos diários, semanais e mensais
  • Não precisa assistir os mercados todos os dias
  • Deixa posições abertas por semanas ou meses
  • Menor vulnerabilidade a movimentos repentinos e volatilidade do mercado
  • Gosta de fazer muita análise fundamental
  • Faz stop loss e tira os lucros das ordens por propósitos de gerenciamento de risco

Um trader a curto prazo:

  • Olha diariamente para gráficos diários de até quatro horas
  • Gosta de checar o mercado todos os dias
  • Prefere análises técnicas a análises fundamentais
  • Espera encontrar a próxima (pequena) tendência do mercado nos gráficos

Um trader diário:

  • Olha para gráficos de tempos menores, como de uma hora, 15 minutos e cinco minutos etc.
  • Analisa gráficos frequentemente
  • Mais vulnerável a movimentos de preço repentinos e volatilidade de mercado
  • Abre e fecha posições tipicamente dentro do dia

Não tem tempo de checar os mercados todos os dias? Deveria pensar em ser um trader de longo prazo. Ama fazer muitos trades com frequência – você provavelmente é um day-trader.

Novo no mercado?

Normalmente é uma boa ideia começar como um trader de longo prazo. Manter uma posição por mais tempo te dá a chance de espantar toda a volatilidade de mercado. E contanto que você tenha um stop loss sensível, te salva de ter que checar os mercados múltiplas vezes ao dia. Conforme você for ganhando mais confiança, pode mudar para um tempo gráfico mais curto.

Passo 2: Escolha seus indicadores

Muitos traders preferem usar dois ou três indicadores – e receber um sinal positivo de mais de um deles antes de fazer qualquer trade. Para mais informações sobre indicadores, or favor, vá para análise técnica.

Passo 3: Quanto risco você pode gerenciar?

Alguns de seus trades serão perdedores - é um fato no trading. O que você pode controlar é quanto voê está disposto a perder em cada trade e como você pode mitigar seus riscos.

Para mais informações de gerenciamento de riscos, leia este artigo.

Passo 4: Decida quando vai abrir e fechar seus trades

Isso também é conhecido como definir seus pontos de entrada e saída – É a arte de decidir o tempo do seu trade para maximizar seus lucros potenciais.

Basicamente, você deve definir um alvo para cada trade e sair naquele ponto (levando o lucro). Igualmente, você define o máximo de perda que está preparado para ter e define ele como seu (potencial) ponto de saída (stopping losses).

Existem algumas abordagens diferentes para isso:

  • Defina uma ordem de stop loss – para sair do trade com uma 'pequena (ou menor) perda’, em vez de uma grande.
  • Defina um trailing stop loss – para se o mercado der uma virada, você vai automaticamente e proteger quaisquer lucros que tenha feito.
  • Defina uma ordem de lucro – se sua posição atingir o alvo, você vai automaticamente retirar o dinheiro e seus lucros.

Você também pode planejar entrar e sair de um trade devido a grandes notícias de mercado e dados macroeconômicos. Por exemplo, ‘Vou sair do trade se a Reserva Federal aumentar suas taxas de interessse.’

Não importa o que você decidir, contanto de que tenha certeza de se manter em seus pontos de entrada e saída. Pode ser tentador sair de um trade muito cedo (se estiver se sentindo nervoso), ou ficar em um trade por muito tempo (se estiver se sentindo ganancioso). Mas se você baseou seu trade em análise sólida, você devia seguir até o final.

passo 5: Escreva seu plano e o siga

Tenha certeza de escrever seu plano, pode parecer bobo, mas pegar uma caneta e pôr seu plano no papel o fará mais disciplinado e fazer você seguir o plano que escolheu.

Passo 6: Teste, teste, teste (e teste novamente)

A gente mencionou que você devia testar? Não tem outro jeito de saber se sua estratégia vai ser lucrativa a não ser que você teste antes. Comece com alguns testes retroativos. Isso significa observar se sua estratégia teria produzido algum lucro ou prejuízo no passado (semana passada, por exemplo).

Uma vez que você tenha feito seus testes retroativos, ajustado e testado de novo se for necessário, você está pronto. Se você é novo no mercado, Você pode tentar usar uma conta demo antes de arriscar dinheiro de verdade. Se familiarizar com a plataforma de trading e se familiarizar com a emoção do trading. Assim que se sentir pronto, use sua estratégia no mercado de verdade.