expand/collapse risk warning

CFDs apresentam um elevado risco de perda rápida de capital devido à alavancagem. 71% das contas perdem dinheiro ao operar CFDs com este fornecedor. Compreenda os CFDs e avalie o seu risco.

Os CFDs são instrumentos complexos e apresentam um alto risco de perda rápida de dinheiro devido à alavancagem. 71% das contas de investidores de varejo perdem dinheiro ao negociar CFDs com este fornecedor. Você deve levar em conta sua compreensão de como funcionam os CFDs e se pode correr o alto risco de perder seu dinheiro.

71% of retail investor accounts lose money when trading CFDs with this provider.

Trading Forex

Moeda mais desvalorizada do mundo em 2024

Moeda mais desvalorizada do mundo: Representação com rupia no topo de um pódio.

À medida que a economia global continua a evoluir, certas moedas surgem como subvalorizadas, apresentando oportunidades únicas para investidores e comerciantes. Em 2024, entre mercados flutuantes e mudanças geopolíticas, compreender quais as moedas que estão subvalorizadas pode ser uma chave para o investimento e o comércio internacional estratégico. Este artigo explora as moedas mais subvalorizadas em 2024, examinando os factores económicos e geopolíticos que contribuem para a sua valorização.

Já se perguntou como as moedas são avaliadas? Bem, eles podem ser avaliados com base no Índice Big Mac. O Índice Big Mac refere-se à medida informal das taxas de câmbio. Foi criado pelo The Economist em 1986 e baseia-se na teoria da paridade do poder de compra (PPP), que sugere que, ao longo do tempo, as taxas de câmbio devem adaptar-se para equilibrar os custos de bens e serviços idênticos em diferentes países.

O Índice Big Mac mede o custo de um hambúrguer Big Mac do McDonald's em diferentes países e compara-o ao custo de um Big Mac nos Estados Unidos. Se o preço de um Big Mac num determinado país for superior ao preço nos EUA, então a moeda está sobrevalorizada. Por outro lado, se o preço de um Big Mac num determinado país for inferior ao preço nos EUA, então a moeda está subvalorizada. De acordo com o Índice Big Mac da The Economist, abaixo estão as 10 moedas mais subvalorizadas em 2024, começando pelas mais subvalorizadas até as menos subvalorizadas.

Compreendendo moedas subvalorizadas

À medida que a economia global continua a flutuar, os investidores estão sempre à procura de novas oportunidades para maximizar os seus retornos. Uma área que despertou o interesse de muitos investidores e comerciantes é a das moedas subvalorizadas mais desvalorizadas do mundo.

Embora algumas moedas, como o dólar americano, o euro e o iene, desfrutem de alta valorização e reconhecimento global, outras são frequentemente ignoradas ou subvalorizadas. Estas moedas subvalorizadas podem ter um grande potencial para investidores, comerciantes e até turistas que procuram destinos acessíveis. No entanto, a identificação dessas moedas subvalorizadas requer uma compreensão profunda dos factores económicos e geopolíticos que influenciam os mercados cambiais.

Uma moeda subvalorizada é negociada a um valor inferior ao seu valor intrínseco percebido. Fatores como a instabilidade política, os desafios económicos e o sentimento do mercado contribuem frequentemente para esta subvalorização. A identificação de tais moedas requer uma compreensão aprofundada das tendências económicas globais e das mudanças geopolíticas. Em 2024, várias moedas surgiram como subvalorizadas, oferecendo potencial para negociação estratégica de Forex.

Abaixo, exploraremos algumas das moeda mais desvalorizada do mundo em 2024 e aprenderemos por que as moedas se desvalorizam e como negociá-las.

Artigo relacionado: Moeda mais cara do mundo

As 10 moedas mais subvalorizadas em 2024

Nesta análise, focamos em dez moedas que atualmente se encontram subvalorizadas no mercado internacional. Compreender a dinâmica destas moedas é crucial para investidores, economistas e entusiastas do mercado global. A valorização de cada moeda é um espelho que reflecte a saúde económica, as decisões políticas e as percepções de mercado do seu país.

À medida que nos aprofundamos nas especificidades destas moedas subvalorizadas, pretendemos fornecer uma compreensão abrangente da sua posição actual na economia global, lançando luz sobre a complexa interacção de factores que influenciam o seu valor.

1. Rial iraniano (IRR)

  • Economia: A economia iraniana foi significativamente afetada por sanções internacionais, agitação política e inflação elevada.
  • Moeda: O valor do rial tem sido persistentemente baixo, em parte devido a tensões geopolíticas e ao isolamento económico.
  • Desafios: A dependência do Irão das exportações de petróleo e o impacto das sanções levaram a um ambiente económico volátil, enfraquecendo ainda mais o rial.

2. Dong vietnamita (VND)

  • Economia: A economia do Vietnã é diversificada, com setores-chave incluindo eletrônicos, energia e têxteis.
  • Moeda: O valor do dong é influenciado pelas restrições ao investimento estrangeiro e pela recente desaceleração nas exportações.
  • Desafios: O aumento das taxas de juros nos EUA e as mudanças no mercado global pressionaram o dong, afetando a sua valorização internacional.

3. Leoa da Serra Leoa (SLL)

  • Economia: A economia da Serra Leoa baseia-se principalmente na mineração e na agricultura, com exportações significativas de diamantes e outros minerais.
  • Moeda: As altas taxas de inflação e a instabilidade económica levaram à desvalorização do leone.
  • Desafios: O país ainda está a recuperar dos efeitos a longo prazo do surto de Ébola e enfrenta desafios económicos contínuos.

4. Kip do Laos (LAK)

  • Economia: O Laos depende fortemente das exportações de recursos naturais como cobre e ouro.
  • Moeda: O kip é afetado pelo crescimento econômico do país, pela dívida externa e pelas taxas de inflação.
  • Desafios: O Laos enfrenta desafios na diversificação da sua economia e na gestão da sua dívida externa, impactando o valor do kip.

5. Rupia Indonésia (IDR)

  • Economia: A Indonésia é a maior economia do Sudeste Asiático, rica em commodities e com um forte setor de serviços.
  • Moeda: A rupia é influenciada pelas políticas econômicas da Indonésia, pelas taxas de inflação e pelos preços globais das commodities.
  • Desafios: A alta inflação e os temores de uma recessão global levaram a uma diminuição do valor da rupia.

6. Libra Libanesa (LBP)

  • Economia: O Líbano tem uma economia baseada em serviços, mas enfrenta atualmente uma grave crise econômica.
  • Moeda: O valor da libra despencou devido à agitação política, à crise bancária e ao elevado desemprego.
  • Desafios: A recuperação económica do Líbano é dificultada pela instabilidade política e pela falta de reformas económicas eficazes.

7. Som Uzbequistão (UZS)

  • Economia: A economia do Uzbequistão baseia-se nas exportações de algodão e em reservas minerais substanciais.
  • Moeda: O valor do som reflete as reformas económicas em curso do país e os esforços de liberalização do mercado .
  • Desafios: Os desafios incluem a gestão da inflação, do desemprego e da corrupção, que afetam a avaliação do som.

8. Franco Guineense (GNF)

  • Economia: A Guiné é rica em recursos naturais, mas enfrenta desafios como alta inflação e instabilidade política.
  • Moeda: O valor do franco é afetado pelas políticas econômicas do país, gestão de recursos e estabilidade regional.
  • Desafios: A Guiné tem dificuldade em gerir eficazmente os seus abundantes recursos naturais e o afluxo de refugiados de países vizinhos aumenta a sua pressão económica.

9. Guarani paraguaio (PYG)

  • Economia: A economia do Paraguai é baseada na agricultura, com exportações significativas de soja, estévia e carne bovina.
  • Moeda: O guarani é impactado pelas políticas econômicas internas, pela inflação e pela dinâmica comercial regional.
  • Desafios: Questões como corrupção, moeda falsa e dependência de alguns produtos agrícolas importantes tornam o guarani vulnerável a choques externos.

10. Xelim Ugandês (UGX)

  • Economia: Uganda tem uma economia rica em commodities, com exportações que incluem petróleo, ouro e café.
  • Moeda: O valor do xelim é influenciado pelo crescimento econômico do país, pela estabilidade política e pelos preços globais das commodities.
  • Desafios: Uganda enfrenta desafios como elevados níveis de dívida, agitação política e a necessidade de diversificar a sua economia para além das matérias-primas.

O cenário de moedas subvalorizadas em 2024 apresenta uma oportunidade complexa, mas potencialmente gratificante para investidores e comerciantes. Embora estas moedas possam oferecer pontos de entrada atrativos devido ao seu valor relativo mais baixo, é crucial realizar uma investigação aprofundada e compreender os fatores subjacentes que impulsionam a sua subvalorização. Como sempre na negociação Forex, é aconselhável uma abordagem equilibrada que considere tanto os riscos quanto as recompensas potenciais.

Artigo relacionado: O que é negociação Forex?

Por que as moedas se desvalorizam?

As moedas podem desvalorizar ou perder valor em relação a outras moedas ou bens e serviços por vários motivos, incluindo:

  • Inflação: Se um país experimenta uma inflação mais elevada do que a dos seus parceiros comerciais, os seus bens e serviços tornam-se relativamente mais caros, causando um declínio na procura da sua moeda.
  • Taxas de juros: Um país com taxas de juros relativamente mais baixas do que as dos seus parceiros comerciais pode experimentar um declínio na procura da sua moeda, à medida que os investidores procuram retornos mais elevados noutros locais.
  • Instabilidade política: A incerteza ou instabilidade na situação política de um país pode minar a confiança dos investidores, levando à desvalorização da sua moeda.
  • Déficit em conta corrente: Um país com déficit em conta corrente, o que significa que importa mais do que exporta, pode ver um declínio na demanda por sua moeda.
  • Especulação: Isto pode forçar os comerciantes de moeda a vender uma moeda em antecipação a um declínio no seu valor, o que pode levar a uma desvalorização.
  • Fatores externos: Fatores externos, como mudanças nos preços globais das commodities, choques econômicos e desastres naturais também podem contribuir para a depreciação da moeda.

Como negociar pares de moedas

A negociação de pares de moedas envolve a compra ou venda de uma moeda em troca de outra moeda. Aqui estão as etapas básicas para negociar pares de moedas:

  1. Escolha uma corretora: Para negociar pares de moedas, você precisará escolher uma corretora Forex respeitável que oferece acesso aos mercados de câmbio.
  2. Escolha um par de moedas: Existem dezenas de pares de moedas para escolher, mas é melhor começar com pares principais, como EUR/USD, USD/JPY ou GBP/USD.
    Curious about Forex trading? Time to take action!
    Use our free demo account to practise trading 70+ different Forex pairs without risking real cash
    Inscrever-se
  3. Analise o mercado: Use análises técnicas e fundamentais para determinar a direção do mercado e identificar potenciais pontos de entrada e saída para suas negociações.
  4. Decida sua estratégia de negociação: Determine sua estratégia de negociação com base em sua análise, tolerância ao risco e metas de investimento. Algumas estratégias de negociação comuns incluem scalping, day trading, swing trading e position trading.
  5. Faça sua negociação: Depois de determinar sua estratégia de negociação, use a plataforma de negociação de sua corretora para fazer sua negociação. Isso envolve especificar o par de moedas, a quantidade de moeda que você deseja comprar ou vender e seus níveis de stop loss e takeprofit.
  6. Monitore sua negociação: Depois de fazer sua negociação, monitore-a de perto para garantir que ela esteja funcionando conforme o esperado. Se o mercado se mover contra você, esteja preparado para ajustar sua negociação ou sair dela, se necessário.

É importante lembrar que negociar pares de moedas envolve um alto grau de risco e é possível perder mais do que o seu investimento inicial. Como tal, é importante ter uma compreensão sólida dos mercados, uma estratégia de negociação bem definida e um plano de gestão de risco em vigor.

Resumo

O mundo do câmbio é complexo e está em constante mudança, e é importante manter-se atualizado sobre as moedas mais subvalorizadas para tomar decisões comerciais informadas. Embora algumas moedas possam estar subvalorizadas devido à instabilidade económica ou política, outras podem simplesmente ser ignoradas pelo mercado. Ao fazer sua pesquisa e ficar de olho nas tendências globais, você poderá descobrir joias escondidas no mercado Forex que oferecem grande potencial de crescimento. No entanto, também é importante lembrar que o câmbio acarreta riscos inerentes e é importante realizar uma investigação aprofundada antes de tomar decisões comerciais. Com isto em mente, manter-se sempre informado e adotar uma abordagem ponderada pode ajudá-lo a navegar no mundo do câmbio e potencialmente colher recompensas.

Perguntas frequentes

1. Investir em moedas subvalorizadas em 2024 é uma boa estratégia?

Investir em moedas subvalorizadas pode oferecer oportunidades de lucro, especialmente se o valor da moeda se alinhar mais estreitamente com a sua força económica fundamental ao longo do tempo. No entanto, é importante compreender os riscos e realizar uma análise de mercado completa.

2. O que determina o valor de uma moeda no mercado global?

O valor de uma moeda é influenciado por uma combinação de factores, incluindo estabilidade económica, taxas de juro, inflação, dívida pública, estabilidade política e oferta e demanda globais no mercado cambial.

3. Porque é que algumas moedas estão subvalorizadas?

As moedas podem estar subvalorizadas devido a desafios económicos como inflação elevada, instabilidade política, défices comerciais ou falta de confiança dos investidores. Por vezes, uma moeda pode ser deliberadamente subvalorizada através de políticas governamentais para impulsionar as exportações.

4. Como pode uma moeda subvalorizada afectar o seu país de origem?

Embora uma moeda subvalorizada possa tornar as exportações mais competitivas, também pode levar a custos de importação mais elevados e contribuir para a inflação. Pode também reflectir questões económicas subjacentes que precisam de ser abordadas.

5. Quais são os riscos e oportunidades de investir em moedas subvalorizadas?

Investir em moedas subvalorizadas pode oferecer oportunidades significativas de lucro se o valor da moeda estiver correto. No entanto, é arriscado porque estas moedas estão frequentemente associadas a ambientes económicos instáveis.

6. Como podem os traders manter-se informados sobre as valorizações cambiais?

Os traders devem acompanhar regularmente as notícias financeiras, utilizar ferramentas de análise Forex e ficar atentos aos indicadores económicos como o crescimento do PIB, as taxas de inflação e as políticas governamentais. A assinatura de serviços confiáveis ​​de notícias financeiras também pode ser benéfica.

7. A negociação de moeda é adequada para todos os investidores?

A negociação de moeda envolve riscos significativos e não é adequada para todos. Requer uma compreensão do mercado Forex e uma vontade de aceitar o elevado nível de risco, incluindo a perda potencial do investimento inicial.

8. Os acontecimentos políticos podem afectar os valores monetários?

Sim, eventos políticos como eleições, mudanças políticas ou tensões geopolíticas podem ter impactos imediatos e significativos no valor de uma moeda, conduzindo frequentemente à volatilidade no mercado Forex.

9. Qual o papel que os bancos centrais desempenham na avaliação da moeda?

Os bancos centrais desempenham um papel crucial na valorização da moeda através da política monetária, ajustamentos das taxas de juro e, em alguns casos, intervenção direta no mercado Forex. As suas decisões podem influenciar significativamente a força ou fraqueza de uma moeda.

10. Quão importante é a diversificação económica para a força da moeda

A diversificação económica é vital para a força da moeda. As economias que dependem de uma gama restrita de exportações ou sectores são mais vulneráveis ​​às flutuações do mercado , o que pode levar à volatilidade cambial.

11. O que os iniciantes devem saber antes de negociar em moedas subvalorizadas?

Os principiantes devem compreender o elevado risco envolvido na negociação Forex, especialmente com moedas subvalorizadas. É essencial começar com uma base educacional sólida, praticar com contas demo e investir apenas o dinheiro que se pode perder.

Desempenho passado não garante ou prevê desempenho futuro. Este artigo é oferecido apenas para fins de informação geral e não constitui conselho de investimento.

Curious about Forex trading? Time to take action!
Use our free demo account to practise trading 70+ different Forex pairs without risking real cash
Inscrever-se